EM LAGES, WORKSHOP PROMOVIDO PELA FIESC DISCUTE SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHADOR

09/11/2016 às 18:00hs

Lages, 14.10.2016 – “A saúde e a segurança do trabalhador deve fazer parte das decisões estratégicas das empresas”, destacou o superintendente do SESI/SC, Fabrizio Machado Pereira, no workshop Aliança Saúde Competitividade, promovido pela FIESC, por meio do SESI e com o apoio do IEL. O encontro, realizado nesta sexta-feira (14), em Lages, reuniu empresários, profissionais da área da saúde, representantes de universidades e do poder público.

De acordo com Pereira, a iniciativa da FIESC é inovadora e, a exemplo da educação, Santa Catarina sai na frente em busca de formar uma agenda positiva com a participação de vários atores formando uma rede a favor da melhoria das condições de saúde, tanto no ambiente de trabalho como na sociedade em geral. “O trabalho se iniciou em maio no Estado, mas logo deve se estender por todo o País”, enfatizou o superintendente.

Com o aumento da longevidade, a tendência é que as pessoas trabalhem mais tempo. Portanto, há uma necessidade de mudança de comportamento e conscientização do indivíduo para uma nova cultura. “As indústrias já estão vivenciando esta realidade. E agora, vamos discutir o tema com a amplitude que ele merece para que os ambientes se tornem mais seguros e saudáveis e as pessoas mais proativas não apenas no trabalho, mas também no convívio social”, frisa o vice-presidente da FIESC para a Serra Catarinense, Israel Marcon.

A diretora do SESI em Lages, Silvia De Pieri Oliveira, explica que os dados disponibilizados pelos participantes durante os workshops devem apontar o cenário de cada região, ajudando a consolidar um plano de ação que irá priorizar as principais necessidades das indústrias relacionadas à saúde e segurança do trabalho. “É um diagnóstico da realidade, apontando e trabalhando para a melhoria de um cenário futuro. Com esses dados, a FIESC poderá, por meio dos seus serviços, auxiliar os empresários e atores públicos no desenvolvimento e gestão de ambientes e comportamentos seguros e saudáveis na promoção da saúde”, esclarece.   

Para a responsável pela área de saúde e segurança ocupacional da Klabin, Deise Cristina Branco Silva, o evento foi inspirador e multidisciplinar. “Um formato mais abrangente de olhar todas as estratégias e as questões das lideranças locais. Minha expectativa olhando o nível do evento é ver a consolidação dessas propostas, para que resulte em maior valorização da vida do nosso colaborador e torne as indústrias mais competitivas, saudáveis e seguras”.


« Voltar

Todos os direitos reservados - Boa Esperança Indústria, Comércio e Exportação de Madeiras LTDA.

Echosis